Pular para o conte

Venda do Terreno em Guaratuba-SP

2013 janeiro 16
Publicado por kamal

Venda do Terreno em Guaratuba-SP, no Costa do Sol. Localização previlegiada. Perto da areia.

Consulte a NITA Imóveis no km 202.

Terreno à venda no Costa do Sol

2011 março 31
Publicado por kamal

Terreno situado na quadra GE lote 09

(Clique na Foto para ampliar!)

Aspecto da rua lateral
(acesso à praia)
.
.

Maiores informações fone: 11-99975-4024.

Direto com o proprietário.

Aceito troca/permuta parcial (imóvel em São Paulo).

Bertioga tem 30 quilômetros de praias

2010 maio 13
Publicado por kamal

Bertioga tem 30 quilômetros de praias e reúne atividades e programas para turistas variados, em especial para aqueles que viajam com a família.

Além da boa infra-estrutura de restaurantes e hospedagens, a cidade oferece atrativos que vão muito além do banho de mar.

É nas águas claras e doces dos rios Jaguareguava e Itapanhaú que Bertioga guarda seus maiores tesouros naturais.

A cidade tem um loteamento que vem se despontando há muitos anos,  o Residencial Costa do Sol, na praia de Guaratuba, muito procurado pela sua praia quase deserta, que é paradisíaca.

A cidade ainda tem como atrativo a Riviera de São Lourenço, um bairro com condomínios de luxo, a 16 km do centro.

Bertioga Terá Carnaval a moda antiga

2010 maio 13
Publicado por kamal

Antigas marchinhas, trios elétricos e desfile de blocos animam foliões em Bertioga

da Redação

Quem escolher Bertioga para curtir os quatro dias de folia contará com todos os tipos de atrações carnavalescas desde as famosas marchinhas que se perpetuaram por gerações até a energia do som baiano com trios elétricos e os tradicionais desfiles de blocos carnavalescos. Será uma festa de alegria e animação para todas as idades.

Uma novidade será o retorno dos velhos carnavais que deixou saudade em muita gente. As tradicionais músicas que embalavam os bailes dos grandes salões voltam em cena na Folia do Momo com toda intensidade para a festa voltada aos grupos da 3ª Idade que terão espaço garantido para cantar e dançar a partir deste sábado (17), até terça-feira (20).

Com certeza, o Carnaval da 3ª Idade fará muito sucesso atraindo também os baixinhos e os mais jovens que aproveitarão para curtir as marchinhas ao som do grupo Musikroma que animará o baile, diariamente, das 14h às 17h, na Praça de Eventos, em uma programação gratuita do Carnaval Pé N´Areia organizado pela Secretaria de Turismo, Comércio e Assuntos Náuticos da Prefeitura de Bertioga.

Também neste sábado, logo após a festa na Praça de Eventos, começa a concentração dos blocos carnavalescos.

De acordo com a Liga Carnavalesca de Bertioga (Libert), no sábado, na Avenida Thomé de Souza, orla da praia, a Banda da Costa faz a sua festa animando o público das 17h às 20h. A partir das 18h, o tradicional Bloco Bisnetos de Cacique entra em cena esquentando os tamborins com concentração no Oásis do Pedrão. O desfile do bloco em direção ao centro, perto da Praça de Eventos, será das 20h às 23h, com acompanhamento de trio elétrico percorrendo todo o trajeto.

Também não faltará animação nas praias com o Encontro dos Trios Elétricos nos quatro dias de folia arrastando os foliões durante passagem pela praia da Enseada desde o centro, no encontro com Canal de Bertioga, até o bairro do indaiá. O agito começará às 13 horas quando um trio sairá da Praça de Eventos em direção ao Indaiá e outro deixará o bairro seguindo ao centro da cidade no mesmo período. Ao som dos ritmos que marcaram época e de muito axé, os trios prometem agitar quem estiver aproveitando as praias e fazer muita gente dançar e até seguí-los por um bom trecho a pé ou de bike, como tem ocorrido nos últimos anos.

E, para quem estiver nos bairros mais distantes do centro está prevista uma programação animada ao som de mais dois trios elétricos. Um deles permanecerá na Riviera de São Lourenço nos dias de folia com a Banda Swing Nagô agitando a moçada das 20h às 24h. O outro trio se deslocará para o Indaiá neste sábado (17) e segunda-feira (19), onde fará a festa a partir das 23 horas. No domingo (18), e terça-feira (20), estará animando o público em Boracéia, também a partir do mesmo horário até a madrugada.

Pontos turísticos de Bertioga

2010 maio 13
Publicado por kamal
São Lourenço

Com 5,5 quilômetros de extensão, a praia de São Lourenço possui águas límpidas. No vila, moram pescadores e caiçaras nativos da região, que ainda possuem escrituras de posse lavradas da época do Império Português. Dentro da orla da praia, está a agitadíssima Riviera de São Lourenço, um dos complexos residenciais nacionais que mais se preocupa com o meio-ambiente.

Toda a área do empreendimento ocupa 9 milhões de metros quadrados, dos quais, 4,5 milhões já estão ocupados. No 40º Congresso Mundial da Federação Internacional das Profissões Imobiliárias, em Viena, no IV Encontro Internacional Imobiliário, em Buenos Aires, Argentina, e no III Encontro do Cone Sul da Federação, em Punta Del Este, Paraguai, a Riviera foi aclamada como modelo de desenvolvimento sustentado.

Dentro da Riveira, os turistas e moradores contam com um shopping, diversos restaurantes, boliche, danceterias e com uma programação noturna muito ativa.

Praia da Enseada

Com seus 12 quilômetros de comprimento, é a praia mais agitada de Bertioga. Abranje vários bairros da cidade, incluindo o Centro da cidade, onde acontecem os principais eventos no verão, Maitinga, o bairro resindecial mais próspero depois da Riviera, Vista Linda, que possui praia limpa e de mar traqüilo e Indaiá, apreciado por velejadores e por quem gosta dos passeios em Banana Boats.

Reserva dos índios guaranis

Na reserva indígena dos Guaranis do Rio Silveiras, o turista deve se comprometer a respeitar a natureza e a cultura dos nativos, assim como em toda a Bertioga. Lá, é possível ver a cultura indígena viva através do artesanato (cestos de vários tamanhos, leques, pequenos arcos), do idioma e da religião dos primeiros moradores de nossa terra.

Ao caminhar por entre as trilhas da reserva, a exuberante Mata Atlântica nos mostra um ecossistema riquíssimo, com fauna e flora que só existem nessa região do mundo. As trilhas também levam o ecoturista e rios com corredeiras e piscinas naturais.

Vila de Itatinga

Construída por ingleses em 1910, ela fica na encosta da serra do mar e se destinava a garantir pouso aos funcionários da Usina Hidrelétrica e Itatinga, que até hoje gera energia para o Porto de Santos. Para chegar até ela, é preciso pegar um barco no Porto Palmares e descer o rio Itapanhaú.

Depois disso, o turista deve pegar o trem elétrico, que passa por mangues, ruínas do século XVII e riachos vindos da serra. Ao chegar na Vila de Itatinga, a Capela de Nossa Senhora de Conceição, que veio desmonatada da Inglaterra, chama a atenção por sua arquitetura. Perto de lá, cachoeiras e piscinas naturais convidam a um banho refrescante.

Para visitar a Vila de Itatinga é preciso retirar autorização na Codesp – Companhia Docas do Estado de São Paulo.

Praia de Itaguá

Essa praia tem um acesso dificílimo, devido às pedras costeiras. Para quem gosta de aventura e extremo contato com a natureza, o passeio para a Praia de Itaguá é perfeito. Quando a maré está alta, a praia fica totalmente submersa. Depois de caminhar sobre as pedras e saborear a vista da praia, o banho em suas águas límpidas recompensa qualquer tipo de esforço.

Boracéia

A Praia de Boracéia fica na divisa com São Sebastião. Quase cinco quilômetros de areia fazem o percurso de toda a praia, com quiosques que oferecem comida típica da região. O canto direito é procurado pelos sufistas, por possuir um mar bem agitado. No canto direito da praia, ao seguir por cima das pedras, o turista poderá vislumbrar paisagens totalmente inusitadas e intimamente ligadas com a natureza. São mais de 3,5 quilômetros de caminhada sobre as pedras, de onde também se pratica a pesca amadora e esportiva.

BERTIOGA, O ÓCIO DA NATUREZA

2010 maio 13
Publicado por kamal
BERTIOGA, O ÓCIO DA NATUREZA
por Mariana Trigo
Editoria Férias Brasil

Os 33 km de praias que ostentam um dos mais bonitos santuários ecológicos do litoral de São Paulo, distante apenas 108 km desta grande metrópole, é uma das regiões mais procuradas pelos paulistas nos finais de semana e nas férias. Vizinha de cidades badaladas como Guarujá, Ilha Bela e São Sebastião, Bertioga acolhe em seu território diversas atrações naturais como trilhas, cachoeiras, manguezais, rios e uma diversificada fauna e flora que funcionam como imã para quem adora pescar, mergulhar, caminhar ou simplesmente relaxar e conhecer atraentes pontos turísticos que fazem parte da história do país.

Praias para deitar e rolar

Antes de ser colonizada pelos portugueses, em 1531, Bertioga era habitada por índios, que a chamavam de “Buriquioca”, que significa “morada dos grandes macacos”, em tupi guarani. A região, que abrigava esses mamíferos no Morro da Senhorinha, encantou os navegantes europeus pelas águas cristalinas debruçadas em tantas praias. Boracéia, que quer dizer “lugar de muita gente”, é uma praia de mar aberto, com uma extensa faixa de areia povoada de quiosques com deliciosos petiscos caiçaras.

No Centro da cidade, impera a Praia da Enseada, com 12 km de areias finas que convidam à um mergulho ou uma tranqüila tarde de pescaria. Também para os amantes da pesca, a Praia de Guaratuba, de mar aberto e águas cristalinas se encontra com o Rio Guaratuba, muito freqüentado pelos pescadores de plantão. Para aqueles que se encantam com as belezas da vida marinha, a Praia Indaiá é parada obrigatória. Inúmeras espécies de peixes e crustáceos vivem neste preservado ecossistema que os turistas chamam de aquário marinho. Há os que preferem ficar na superfície para passear na banana-boat nesta praia quase sem ondas, ou então velejar neste belo visual, onde são comuns as regatas de vela.

A Califórnia paulista

Se pelo cheiro da maresia você já consegue identificar o tamanho das ondas e adora passear sobre elas, a Praia São Lourenço será o seu reduto. O mar limpíssimo, que às vezes se torna violento é o preferido dos surfistas da cidade, também atraídos pelas lindas presenças femininas nas areias, que batizam esta praia como o eterno point do verão de Bertioga. Além de todo este agito, São Lourenço abriga a Riviera de São Lourenço, uma antiga fortaleza que hoje é um moderno centro de turismo e preservação ambiental muito badalado na região. Mas, quem tem crianças deve tomar cuidado com a Praia de Itaguaré, que tem o formato de uma meia-lua e é o outro refúgio dos surfistas. Ela é contornada por quase 3 km de areias duras, com vegetação rasteira. Seu grande atrativo é um rio que deságua no mar agitado, de forte correnteza.

Redescobrindo a história

Coberta por elegantes condomínios, luxuosas mansões, matas exuberantes, praias encantadoras e muita diversão, Bertioga também é conhecida por preservar a mais antiga fortaleza brasileira, o Forte de São João, também conhecido como São Tiago. Fundado em 1547 às margens do Canal Bertioga, ele é o maior patrimônio histórico da cidade e um dos maiores do país.

Para quem curte história, também deve ir à Vila de Itatinga conduzido por uma Maria Fumaça, que atravessa uma bela mata. Mas, para chegar nesta vila de casas projetadas em estilo britânico, deve-se pedir autorização da Companhia de Docas de São Paulo, a CODESP, ou chegar com um guia turístico já credenciado. Outro passeio histórico indispensável é visitar as ruínas da pequena igreja, a Ermida de Santo Antônio do Guaibé, construída pelo Padre Anchieta no século 16.

Iscas e histórias de pescador

Se você adorou mergulhar na Praia de Indaiá e se encanta com os mistérios do fundo do mar, visite o Museu do Mar (Rua da República do Amador, 81), com espécies marinhas vindas de vários oceanos. Mas, se você prefere pescar estas criaturas, passe uma tarde calma no canal de Bertioga, no encontro das águas dos rios com o mar, que está recheado de camarões à espera da sua isca.

Esta região, que viveu da pesca da baleia até o século 18, era apenas um núcleo de pescadores até meados do século passado. Descoberta para o turismo a partir da década de 50, ela começou a atrair pescadores esportistas. Eles se deliciam com as águas calmas das praias e dos rios Itaguaré e Guaratuba, que formam bacias hidrográficas. Nelas, são pescados robalos, bagres, dourados, espadas, bicudos, prejerebas e corvinas, enquanto nas praias, os peixes mais encontrados são os cações, arraias, miraguaias, partis, pampos e robalos.

Gigante pela própria natureza

Nesta rica biodiversidade de Bertioga cercada de Mata Atlântica, um dos melhores programas são as trilhas que terminam em paraísos ecológicos. O passeio de 3 km até a Prainha Branca começa com a travessia do canal de Bertioga até a Ilha de Santo Amaro.

No caminho, uma visita às ruínas da Ermida de Santo Antônio e à Armação das Baleias. Depois, uma subida de morro até chegar à bucólica Vila de Pescadores. Mais um tempinho de caminhada e pronto. A Prainha Branca se desnuda com límpidas águas transparentes e mansas em uma rica paisagem primitiva. Outro passeio inesquecível é conhecer a reserva dos índios Guaranis do Rio Silveiras. São 7 km de caminhada para ir e voltar que valem muito à pena. O contato com a cultura viva, o artesanato, a linguagem e a religião desta raça, que vive próximo à corredeiras e piscinas naturais deste cenário abençoado, é enriquecedor para todos os turistas que passam por Bertioga.

Mesmo que as férias ou o final de semana esteja terminando, já comece a programar a sua volta. Pois, com certeza não deve ter dado tempo de você conhecer todos os recantos da cidade, as praias e seus luares, as trilhas que preservam as cachoeiras de duchas naturais, o aroma dos eucaliptos nas primeiras horas da manhã, as matas recheadas de bromélias e orquídeas e todas as ruínas de Bertioga, que preservam quase 5 séculos de lutas, invasões piratas e muita história desta fatia do litoral de São Paulo, batizada pelas águas do Atlântico.

Origem do Nome

Antes de ser colonizada pelos Portugueses, Bertioga era habitada pelos índios que a chamavam de “Buriquioca”, que na língua Tupi, “Buriqui” significa Macaco grande e “oca”, morada. Bertioga significa morada dos macacos grandes, pois o Morro da Senhorinha era lugar destes animais.

Em 1531, no exato local do encontro das águas dos canais da Ilha de Santo Amaro com o mar aberto, o Governador Geral da Costa do Brasil, Martim Afonso de Souza, aportou.

Ali foi fundada o vilarejo de Bertioga que, desde aquela época, teve um importante papel na defesa das povoações contra os ataques indígenas.

Sua primeira fortificação foi construída em 1547, recebendo o nome de Forte São Tiago ou São João. Os ataques, no entanto, eram tão constantes e destemidos, que foi erguida outra fortaleza no lado oposto do canal: o Forte de São Felipe ou São Luis. Foi deste ponto que partiu a esquadra da Estácio de Sá para combater os invasores franceses, que tentavam dominar o Rio de Janeiro, com a pretensão de fundar ali a França Antártica.

No dia 19 de Maio de 1991, o povo de Bertioga foi às urnas votar no plebiscito que decidiu pela separação de sua sede, a cidade de Santos. No dia 31 de dezembro de 1991, o Governador do Estado de São Paulo, Dr. Luiz Antonio Fleury Filho assinou o Decreto Lei nº. 7664, que oficializou a criação do Município de Bertioga. Bertioga é um dos municípios de maior área verde de todo o Estado.

O Parque Estadual da Serra do Mar estende por mais da metade do total da área do município. Mais de trinta e três quilômetros de praia, uma extensa área de manguezais, rios, cachoeiras, fauna e flora exuberantes.

A Riviera de São Lourenço, antigamente uma fortaleza, transformou se num dos mais modernos centros de turismo, compatibilizando a preservação ambiental com o desenvolvimento.

A VERDADEIRA HISTÓRIA DE BERTIOGA

2010 maio 13
Publicado por kamal

Bertioga tem história. E que história! Se contarmos a partir da presença portuguesa, são mais de 4 séculos de história. Mas antes, dois mil anos antes de Cristo, tribos primitivas já viviam na região, e deixaram como testemunho de sua existência, os sambaquis, montes artificiais de conchas de formas e dimensões diversas. Já a partir da era dos Grandes Descobri­mentos,. em 1531, Martin Afonso de Souza re­colheu as velas de suas naus em frente às águas de Buriquioca, região habitada por tribos tupis.

Em 1532, foi construída uma paliçada (espécie de trincheira) que deu origem ao Forte São João. A 12 de janeiro de 1545, Bertioga foi doada a Jorge Pires, e em 1547,0 Forte São João foi construído em alvenaria.

A 27 de janeiro de 1565, Estico de Sá partiu de Bertioga para fundar o Rio de Janeiro, que viria a ser capital brasileira e mesmo depois da construção de Brasília por Kubtschek, continuaria sendo unia das mais importantes cidades do País.

Até 1940, Bertioga era apenas um núcleo de pescadores, mas a partir da década de 50,com a melhoria dos acessos viários, a localidade começou a sofrer um incremento do turismo. Quatro décadas mais tarde, a 19 de maio de 1991, houve um plebiscito em Bertioga e a população votou favoravelmente à emancipação do distrito. E no mesmo ano, a 30 de dezembro de 1991. Bertioga deixou de ser um distrito de Santos e foi transformado em município, sendo que, no dia seguinte, 31 de dezembro de 1991,o município foi reconhecido oficialmente como Estância Balneária.

No primeiro dia de janeiro de 1993, o primeiro prefeito, José Mauro Dedemo Orlandini, tomou posse.

Em 1997, o arquiteto Luiz Carlos Rachid assumiu a prefeitura da cidade.

CIDADE PRESERVA HISTÓRIA E ÍNDIOS AINDA MORAAM NAS ALDEIAS

Bertioga possui urna aldeia indígena localizada no bairro de Boracéia, na divisa com São Sebastião, entre as cabeceiras do Rio Silveira e do Ribeirão Vermelho, a 1.500 metros da praia. Na aldeia tupi-guarani, moram quase 300 índios, em 948 hectares, e a aldeia ainda conta com urna escola especial para crianças indígenas. Os nativos fazem artesanato, cultivam palmito pupunha e mantém um viveiro de plantas ornamentais. O acesso à Aldeia do Rio Silveira depende da autorização da FUNAI.

Conheça um dos mais belos residenciais do litoral Norte do Estado de São Paulo

2010 maio 13
Publicado por kamal


O Residencial Costa do Sol está situado no município de Bertioga na praia de Guaratuba a cerca de 115 km da Cidade de São Paulo!

Notícias Gerais do Residencial Costa do Sol

2010 maio 13
Publicado por kamal


O Governo do Estado de São Paulo por meio do DER está reconstruindo as vias de acesso do Residencial Costa do Sol

Fonte: costadosol.org.br


Veja o que está sendo feito:

Rotatória de acesso a portaria D

Acesso a rotatória das quadras C e D

Saída da rotatória da quadra F

Rotatória de acesso das quadras F, G e H

Trevo de acesso para as quadras G e F

Saida da rotatória quadra F e GH

Inicio da rotatória quadras C e D

Rotatória quadras A e B

As outras quadras que ficam do lado da serra também estão se organizando em Sociedades visando o bem comum da coletividade. Portarias já estão sendo erguidas e dentro em breve essas Sociedades também participarão deste site.

Recente pesquisa

2010 maio 13
Publicado por kamal

Recente pesquisa, feita por uma empresa especializada, constatou que em todo o litoral norte de S. Paulo, de Bertioga a Ubatuba, não existe um Residencial que reúna as qualidades além das encontradas no Costa do Sol.

Os ítens apontados foram: Urbanização, área verde, acesso viário, praia despoluída, valorização imobiliária (últimos 3 anos) e distância da Capital.